Mensagem do "Geco de Muro":

 

>Date: Mon,  8 Nov 1999 17:25:30 -0200

>

>Tudo bem XXXXXXX?

>

>É este o seu nome? XXXXXX XXXX?

>Acho que não pois foi muito fácil descobrir.

>Em todo o caso vou verificar nossos arquivos para ver

>se acho seu endereço (Portugal?).

>Você já deve ter ouvido falar da lei de direitos

>autorais.

>O KS foi devidamente registrado, e sendo assim, publicar

>qualquer parte dele sem autorização é crime.

>Você foi autorizado?

>É claro que não!

>Tome cuidado, pois o Geco de muro pode estar em

>qualquer lugar!

>>PROVÉRBIOS - 30:28

 

              MINHA RESPOSTA: 

     

       Caro "Gecodemuro" (nome bastante original...)

 

       Tua mensagem até que seria intimidadora, caso não fosse inteiramente patética. Tua destreza em manipular informações mais me lembra a de uma criança jogando "batalha naval" pela primeira vez, pois, eis que disparaste  três tiros, todos três na água. Ei-los:

 

   a) Quando pensaste ter descoberto o enigma da "pedra de Roseta" por concluíres que o nome que deduziste é muito óbvio para ser verdade. Ora, amigo, o que é mais conveniente, o revelado ou o oculto? Se eu pensasse que meu nome estava para ser decifrado por apedeutas, tê-lo-ia escrito por extenso. Em todo caso, não estou aqui para esclarecer-te ou confundir-te. Neste respeito, não careces de ajuda, já que, pelo visto, tu te confundes sozinho.

 

   b) Quando pensaste ter descoberto meu país de origem. Ao que parece, tua bússola é do tipo que, partindo para o pólo norte sob a orientação dela, chegarias ao pólo sul, muito satisfeito e certo de teres atingido o destino ao te deparares com o gelo. Será tão difícil assim deduzir meu país de origem só porque não consta de meu e-mail? Bem, para um cego, dez passos são uma viagem...

 

   c) Quando mencionaste a lei de direitos autorais e a publicação do "KS" da Torre de Vigia. Outro fragoroso engano. Jamais tive o privilégio de publicar tal livro, no seu todo ou em parte. Bem que gostaria de tê-lo feito. Estás a confundir-me com alguém? De fato, ele se encontra em algumas HP internacionais. Por outro lado, acho que não tens conhecimento do fato de que a lei de direitos autorais não impede o uso ou difusão de uma obra com fins educativos, não-lucrativos. A esta altura, já não me surpreende o tamanho da tua desinformação.

 

      Por outro lado, tuas palavras denunciam um gosto frustrado pelo ofício de detetive ou, quem sabe, de advogado. Se queres processar alguém, aqui vão algumas sugestões:

  

a)     O plágio que a Watchtower cometeu ao reproduzir as gravuras da Obra “The Bible Story”de Arthur Maxwell (1955) em sua publicação  “Meu Livro de Histórias Bíblicas”(1978).

b)     O plágio do rótulo de uma famosa marca de uísque na capa de uma das edições de “A Sentinela” de 1982, em língua inglesa. Após ter sido obrigada a mudar a capa da revista, a Watchtower cinicamente respondeu aos que indagavam o motivo que isto havia sido feito por razões estéticas.

c)      O perjúrio que a Watchtower cometeu ao fornecer à Associação Internacional dos Direitos Humanos (consulta o “site”da instituição e lê por ti mesmo) uma declaração de que não há sanções religiosas contra aqueles membros que decidem aceitar uma transfusão de sangue – buscando assim obter aprovação do governo búlgaro.

d)     A conivência da Watchtower com o suborno de funcionários públicos no México para a obtenção da “cartilla” de serviço militar, declarando falsamente que a pessoa tinha prestado um ano de serviço, conforme correspondência de 1960 e 1969 à filial daquele país (“Crise de Consciência” – Ray Franz, capítulo 6, págs 144 e 149).

e)     A ti mesmo, por estares a enviar-me e-mail não solicitado,  contendo calúnia e ameaça, prática esta nada lícita, caso consideremos as condições para concessão de contas na internet.

   

     Para finalizar, algumas sugestões:

   

1)     Procura conhecer melhor a organização da qual és lacaio, para que não sejas como um marido traído, o qual é o último a tomar conhecimento dos atos da esposa, ao passo que todos já sabem de tudo. Tua ignorância sobre o passado da Torre de Vigia é, deveras, gritante!

2)     Toma cuidado em manter-te oculto de outros “espiões” cibernéticos a serviço da Torre de Vigia, pois, caso sejas um membro dedicado da organização e descubram que estás a fazer contato com apóstatas, submeter-te-ão a uma comissão judicativa e certamente serás varrido de lá.

3)     Procura aprimorar tua gramática, a qual é rudimentar e sofrível.

4)     Muda teu “nick” para “jegue de muro” ou, quem sabe, “asno de muro”, pois estes caem-te melhor.

5)     Busca preencher teu tempo com coisas mais proveitosas (um livro de gramática, talvez), ao invés de bisbilhotares o correio eletrônico de terceiros, com mensagens pueris e estapafúrdias.

 

 

       Não espero nem desejo resposta tua.

                  Atenciosamente,

 

                                    Odracir

 

 

| Home | Apresentação | Dossiê | História | Doutrinas | Previsões | Medicina | O Nome de Deus  |
| Ocultismo | Atualidades | Mail List  | Depoimentos | Links | Correspondência | Início |