Sobre o Sangue


Prezado senhor

É com alegria que passo a responder seu e-mail, muito embora não tenha sido diretamente endereçado a mim. Faço parte do grupo de apoio a TJ em conflito ou ex-TJ, sobre o qual Osarsif ou Cid poderão conceder-lhe mais informações. Creio que lhe seria de grande ajuda ter acesso a esse fórum.

Fiquei particularmente comovido com seu relato e devo dizer-lhe que eu próprio tornei-me publicador ativo em 1973 e batizei-me em fins de 1974, de modo que estou muito bem familiarizado com as incoerências da "sociedade". Saiba que seus questionamentos são razoáveis, pois se o todo (do sangue) me é reprovável, por que parte deste todo me seria aceitável? Afinal, é de partes que se compõe um todo.

Aconselho-o a visitar o "site" http://www.geocities.com/osarsif e fazer, por si próprio, um exame aprofundado sobre o assunto, o qual, creio, o levará a ter consciência de coisas além do que você imagina. Você descobrirá em profundidade quão estapafúrdias são as regras (como você bem o disse) sobre a questão do sangue. Sonde abaixo da superfície e descubra por si mesmo a aura de ignorância peculiar à época em que surgiu esta crença (por volta de 1945), quando também as vacinas eram proibidas pela Torre de Vigia, os médicos eram classificados como servidores de Satã e a medicina era vista como parte do paganismo. Leia o artigo de Ray Franz (ex-membro do corpo governante), onde ele próprio narra o desenvolvimento de tal doutrina e expões suas colossais incoerências. Por exemplo, a sociedade permite o uso de fatores de coagulação, que, de fato, requerem doação e armazenamento de enormes quantidades de sangue. Por outro lado, proíbe o uso de glóbulos brancos, os quais se encontram em maior quantidade no leite materno. Baseado nisto, seria impróprio para uma cristã amamentar seu bebê! Ela proíbe uso de plasma e, no entanto, mais de noventa por cento dele são de água, havendo também albumina, a qual ela permite.

Isto que lhe exponho constitui apenas a "ponta do iceberg". Talvez você não saiba que a sociedade firmou acordo com as autoridades na Bulgária, comprometendo-se a não punir aqueles que aceitarem transfusões naquele país em troca do fim da proscrição da obra por lá. Tudo isto e muito mais você poderá localizar no "site" que lhe mencionei. Basta que você tenha disposição mental de ver. A própria sociedade insta às pessoas no serviço de campo a examinarem sua própria religião. Seria coerente da parte dela proibir que seus adeptos também façam o mesmo?

Nas próprias escrituras, vemos no concílio apostólico de Atos 15, o requisito de "abster-se de coisas sacrificadas a ídolos". No entanto, Paulo, em sua carta aos Coríntios, no capítulos 8 e 10, frisa o ponto em questão, que é meramente evitar "que um irmão de consciência fraca tropece". Paulo diz que, "quanto a comer alimentos oferecidos a ídolos, sabemos que os ídolos nada são....No entanto, nem todos têm tal conhecimento...e a consciência deles, sendo fraca, fica poluída." (1 Coríntios 8:4-8) Ora, Paulo, nesta passagem pareceria estar "apostatando" em relação a Atos 15:29. Mas não está. O ponto em questão era apenas poupar os recém-convertidos ao cristianismo que tinham consciência fraca em razão de terem estado no passado sob lei mosaica ou sob o paganismo. Além disso, "abster-se de sangue" está em um contexto simbólico, o qual quer dizer o respeito por aquilo que o sangue simboliza, a saber, a vida. É cientificamente errôneo dizer que o sangue é vida. Todos os tecidos do corpo, inclusive o sangue ou um órgão a ser transplantado (o que a sociedade permite), possuem vida e compõem parte de um sistema que é o ser vivo, não tendo vida consciente à parte dele. Além do mais, não está a se matar um ser humano, como no caso de um animal, para nutrir alguém com fome, mas trata-se de uma doação voluntária e altruísta de um tecido, não da vida, por parte de alguém que deseja preservar a vida de outrem.

Já é tempo de a Sociedade Torre de Vigia admitir seu erro doutrinário. No entanto, ela não o faz bruscamente, mas vai "liberando aos poucos", componente por componente, pois se o fizesse, estaria sujeita a uma "avalanche" de processos na cortes do mundo inteiro por homicídio culposo.

 

| Home | Apresentação | Dossiê | História | Doutrinas | Previsões | Medicina | O Nome de Deus  |
| Ocultismo | Atualidades | Mail List  | Depoimentos | Links | Correspondência | Início |